sábado, 30 de abril de 2016

A farsa do 1° de Maio

Trabalhadores lutam por seus direitos em Chicago, 1886.


Estamos em meio a mais um 1° de Maio. Data em que comemoramos o Dia do Trabalho cercado de eventos, festas e entretenimento. Data em que costumamos de nos orgulhar de ser trabalhadores onde, em tese, somos reconhecidos pela nossa contribuição ao "engrandecimento da da nação". Contudo, o que se comemora nesse dia não passa de uma mentira! Não que não devemos glorificar nossos trabalhadores, muito pelo contrário. Mas a mentira fica escancarada no que diz respeito às divergências entre o real significado da data e o significado de nós damos a ela.

Comemoramos uma data importante em nível mundial sem saber o que realmente ela significa, o que ela simboliza para nós, trabalhadores. A origem dessa data comemorativa está ligada às manifestações de Chicago-EUA no ano 1886, onde trabalhadores explorados e negligenciados em seus direitos se revoltaram contra a classe empresarial por condições dignas de trabalho e melhores condições de vida. O movimento resultou num verdadeiro massacre aos mais fracos. A derrota em praça pública foi o início de sucessivas vitórias da classe operária. Os direitos trabalhistas conquistados até os dias atuais devem-se aos movimentos revoltados de trabalhadores que não se contentavam com a condição da qual eram submetidos. Enfim, a data simboliza a luta dos trabalhadores que não abaixam a cabeça, que não se contentam com migalhas, que estão dispostos a dar sua vida por um mundo mais justo. Serve para lembrar daqueles que morreram lutando, de fome, de doenças, durante o trabalho. Daqueles que não tinham férias remuneradas, salário mínimo, estabilidade no emprego, seguro social. Serve para recordarmos as crianças que "trabalhavam como gente grande" para garantir pelo menos uma alimentação precária e sobreviver mais um dia para, no dia seguinte, tentar de novo. 

Trata-se de uma data que deveria nos unir como classe trabalhadora. Nos recordar o ideal pelo qual lutamos, ou deveríamos lutar. Agregar em um mesmo bloco uma classe que, se unida, se torna invencível. Deveríamos nessa data discutir o que alcançamos e o que ainda precisa ser alcançado. Combater as ameaças que atualmente rondam os nossos direitos aqui no Brasil e no mundo.

Infelizmente, a formação de opinião, a começar pelas escolas, lá na infância, transforma o 1° de Maio em "Dia das Profissões". Fazemos as crianças listarem o que elas querem ser quando crescer (como se crianças da classe trabalhadora tivessem escolha), irem para a escola fantasiadas, contar a profissão dos pais, pesquisar sobre profissões e montar lindos painéis e cartazes. Mas e o real significado? E a luta da classe trabalhadora por direitos e reconhecimento? Isso não é importante. Falar sobre isso nas escolas assume, para muitos ignorantes, o caráter de doutrinação marxista e, com isso, o 1° de Maio se transforma em dia de festa e não de luta.

Aguardo ansiosamente o dia em que essa data será lembrada pela importância e significado e não mais como um feriado. Não mais como o único dia em que o trabalhador será "valorizado". Não mais como um mecanismo de manipulação ideológica que desvirtua o trabalhador de seu objetivo e ideais.

Curta nossa página no FACEBOOK

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Slides: O Brasil no mundo



Se você precisa preparar aulas expositivas em slides e está sem tempo, aproveite esse espaço. Segue para acesso e download os slides para aula de Geografia com a temática das dimensões e da localização do território brasileiro. Essa aula foi preparada para turmas do 7°Ano do Ensino Fundamental tendo como base o livro de História da coleção Conquista, da editora Positivo, mas você pode baixar e fazer as adaptações necessárias.

Acesse o arquivo clicando AQUI

É importante lembrar que, ao clicar no link, você será redirecionado para uma página do programa AnunciAD. Basta esperar e clicar no botão "Pular Propaganda", conforme a imagem abaixo. Pronto! Você já pode visualizar os slides e escolher o formato que quer baixar. Espero que lhe seja útil.

Boas Aulas!


quarta-feira, 27 de abril de 2016

Slides: Europa Feudal



Se você precisa preparar aulas expositivas em slides e está sem tempo, aproveite esse espaço. Segue para acesso e download os slides para aula de História com a temática da Europa Feudal. Essa aula foi preparada para turmas do 7°Ano do Ensino Fundamental tendo como base o livro de História da coleção Conquista, da editora Positivo, mas você pode baixar e fazer as adaptações necessárias.

Acesse o arquivo clicando AQUI

É importante lembrar que, ao clicar no link, você será redirecionado para uma página do programa AnunciAD. Basta esperar e clicar no botão "Pular Propaganda", conforme a imagem abaixo. Pronto! Você já pode visualizar os slides e escolher o formato que quer baixar. Espero que lhe seja útil.

Boas Aulas!



terça-feira, 26 de abril de 2016

Aula: Lugar e espaço vivdo


Se você precisa preparar aulas expositivas em slides e está sem tempo, aproveite esse espaço. Segue para acesso e download os slides para aula de Geografia com a temática do conceito de lugar. Essa aula foi preparada para turmas do 6°Ano do Ensino Fundamental tendo como base o livro de Geografia da coleção Conquista, da editora Positivo, mas você pode baixar e fazer as adaptações necessárias.

Acesse o arquivo clicando AQUI

É importante lembrar que, ao clicar no link, você será redirecionado para uma página do programa AnunciAD. Basta esperar e clicar no botão "Pular Propaganda", conforme a imagem abaixo. Pronto! Você já pode visualizar os slides e escolher o formato que quer baixar. Espero que lhe seja útil.

Boas Aulas!




segunda-feira, 25 de abril de 2016

Aula: O que é História?



Baixe aqui os slides para aula expositiva sobre a História, seu objeto de estudo e sua importância. Nesses slides podemos demonstrar também de que forma se o trabalho do historiador e o uso e importância das fontes históricas. A aula foi elaborada para turmas do 6° Ano/5° Série de acordo com o  material da coleção Conquista da Editora Positivo, mas você pode adaptar às suas necessidades. Espero estar contribuindo para o seu dia a dia e que suas aulas e se tornem dinâmicas e atrativas.

Acesse os slides clicando AQUI

Ao clicar no link acima você será redirecionado à uma página do programa Anunciad. Basta clicar no botão "Pular Propaganda" que você chegará à uma página de apresentação do Google Drive. Basta selecionar a forma como quer fazer o download do arquivo.


segunda-feira, 18 de abril de 2016

Impeachment: O fim justifica os meios?



Na noite de domingo, dia 17 de abril de 2016, vivemos um momento histórico. A Câmara dos Deputados aprovou por mais de sessenta votos a admissibilidade do processo de impeachment contra a presidente. Esse momento seria glorioso se não fosse por uma pergunta que faço ao leitor agora: o fim justifica os meios? Qual é o limite na tentativa de alcançar o objetivo almejado? Vale passar por cima de tudo para se conseguir o que quer, ainda que a causa seja "justa"? Vale a pena comemorar a vitória do seu time com a ajuda do árbitro?

Me arrisco a dizer que as comemorações com o resultados são bastante equivocadas e demonstram o claro sinal da ignorância por parte da população que soltou fogos, gritou, chorou, se abraçou e viu a esperança de um mundo melhor sem a corrupção e com o retorno do crescimento econômico. Santa Ingenuidade! Demonstrarei em alguns pontos o grave equívoco que comete ao apoiar o processo que foi votado na Câmara na noite de domingo.

Primeiro ponto: Devo apoiar um processo que deveria limpar o país da corrupção presidido por um corrupto? É notório que o presidente da casa tem culpa no cartório. Aparece em diversas listas de desvio e sonegações, foi citado como receptor de propinas e tem um conduta duvidosa ao dirigir a Câmara. É sério mesmo que vale a pena apoiar esse cidadão só para "escorraçar o PT do poder"? Eu acho que deixar nas mãos de uma bando de corruptos a tarefa de livrar o país da corrupção é no mínimo contraditório.

Segundo ponto: Uma boa parcela dos deputados que apoiaram esse processo estão sendo processados por desvios. Levanta-se a hipótese de que estariam sendo chantageados e, com medo de ter de pagar por seus crimes, seguem o senhor presidente da casa como gado. Sabe-se que se ele cair "metade da Câmara cai junto". Para muitos dos deputados a favor do impedimento, a saída da presidente pode significar o abafamento das investigações. Seria a janela necessária para anestesiar boa parte da população que, feliz com impeachment, não daria a mínima para os outros crimes. Você que é contra a corrupção, aceita que isso aconteça?

Terceiro ponto: Esse processo não está acontecendo por pressão popular. Inocente é aquele que acha que o ocorre em Brasília é resultado do clamor das ruas! Sabemos que isso só está acontecendo por que um grupo, elitista e interesseiro, vê possibilidades pessoais no impedimento. Alas que querem regredir com os direitos trabalhistas e que querem adotar uma pauta neoliberal estão coçando as mãos na espera da mudança na presidência para poder agir. Sabemos, também, que esse processo é obra da vingança do presidente da casa que, ressentido com o apoio do partido do governo ao seu processo de cassação, resolver acolher o pedido para tentar, numa queda de braço, sair vitorioso. Exatamente por isso, aqueles que acham que depois da presidente serão os "outros corruptos", podem tirar o "cavalinho da chuva"!

Quarto ponto: Finalmente, boa parte dos deputados que votaram sim, não argumentaram embasamento para o processo. Homenagearam parentes e grupos para os quais fazem lobby e citaram a situação econômica. A Constituição não prevê impeachment por falta de habilidade governamental. A incompetência não serve de parâmetro para determinar um crime! Os verdadeiros criminosos estão conduzindo o processo em vez de estar sentados no banco dos réus.

Enfim. Devemos esperar os desdobramentos do processo para saber qual será a real situação do país. viveremos em um mundo maravilhoso ou aprofundaremos ainda mais a crise de governabilidade? Manteremos direitos e conquistas sociais ou seremos colocados de lado mais uma vez? Por mais que eu tenha esperança, não vejo um futuro promissor a longo prazo com a nossa democracia ameaçada e o estado democrático de direito ignorado!

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/atualidadefoco/